Rogerio Frabetti, presidente da Zambon no Brasil..jpg

 

No final de 2021, a farmacêutica também foi reconhecida como uma das 30 melhores empresas no GPTW Indústria na categoria Médias
 
A pandemia trouxe uma série de desafios nos últimos dois anos e colocou a saúde como protagonista, tanto do ponto de vista da medicina e da indústria farmacêutica, quanto da sociedade, que acompanhou ansiosa o desenvolvimento da vacina e o processo de imunização para reduzir os casos de Covid e o surgimento de novas variantes. Ainda não é possível prever quando a pandemia irá acabar, mas os avanços reiteram o papel primordial da ciência,  pesquisa e do cuidado com as pessoas, itens valorizados pela Zambon, que acaba de ser reconhecida como a 15ª melhor empresa para se trabalhar no Brasil pelo GPTW Saúde - 8ª. Ed., na categoria Médias (100 a 999 funcionários).

Em menos de dois meses, esta é a segunda conquista da farmacêutica italiana, presente no Brasil há 63 anos. Em dezembro, a Zambon também foi reconhecida entre as TOP 30 no GPTW Indústria 2021. “Receber dois reconhecimentos tão próximos mostra que estamos atuando como agentes de transformação para manter o engajamento de nossas equipes e promover mudanças que impactem positivamente no clima organizacional e na vida dos colaboradores. Nosso objetivo é quebrar paradigmas na gestão de pessoas, trazendo um olhar mais humanizado das lideranças”, afirma Rogerio Frabettipresidente da Zambon no Brasil.

Nesta edição, o ranking Saúde contou com 254 empresas inscritas, representando 221 mil funcionários. Desse total, 90 foram premiadas, sendo divididas em cinco categorias: Clínicas, Corretoras de Saúde, Farmacêuticas, Hospitais e Indústria e Serviços. Para chegar ao resultado, a pesquisa foi dividida em duas etapas: a primeira quantitativa, em que é necessário que a empresa alcance a amostra mínima de funcionários e obtenha nota igual ou superior a 70%. Uma vez atingidas as condições da primeira etapa, a empresa segue para a segunda fase, de avaliação de práticas culturais.

“Estamos em comemoração na Zambon por mais esta conquista em um período marcado por vários acontecimentos e mudanças. Implementamos o nosso modelo de trabalho híbrido-digital, que também tem contribuído para trazer mais flexibilidade e equilíbrio aos profissionais. O feedback que temos recebido dos colaboradores é que a iniciativa propiciou mais qualidade de vida, pois permite manter o contato presencial com os colegas algumas vezes por semana e, ao mesmo tempo, estar mais próximo da família nos períodos de home office. Com certeza, nosso modelo operacional híbrido tem colaborado para a saúde mental das pessoas”, complementa Priscila Pellegrine, diretora de RH da Zambon, para quem o prêmio GPTW enfatiza o ‘orgulho de pertencer, orgulho em ser Zambon’.

O GPTW Brasil, que completa 26 anos em 2022, publica anualmente mais de 40 rankings, premiando as melhores empresas para se trabalhar em âmbito nacional, regional, setorial e temático. Para concorrer ao ranking, as organizações precisam ser certificadas pelo GPTW, apresentar toda a documentação solicitada e fornecer detalhes das práticas culturais, que serão avaliadas. As melhores empresas serão reconhecidas, podendo utilizar o selo e participar da solenidade de premiação.

Atualmente, os rankings GPTW avaliam cinco dimensões: CredibilidadeRespeitoImparcialidadeOrgulho e Camaradagem, do ponto de vista do funcionário. “Da mesma forma que nos comprometemos em inovar na cura e no cuidado para tornar a vida dos pacientes melhor, queremos acolher nossos funcionários para que eles se sintam motivados a seguir conosco. Para o cenário além da pandemia, vamos estimular trocas mais frequentes entre as lideranças e as equipes para o desenvolvimento de habilidades interpessoais, também conhecidas como soft skills, fundamentais para a carreira hoje e nos próximos anos. O novo momento nos pede mais criatividade, resiliência e capacidade de liderar”, finaliza.

DikaJob