9849535252?profile=original

De acordo com um levantamento realizado pela Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos junto com o Instituto FSB Pesquisa, o Brasil é o terceiro país que tem o maior mercado consumidor em relação a produtos e equipamentos de beleza e estética.

O Brasil perde apenas para os Estados Unidos que têm uma porcentagem de 16,5% e para a China que tem 10,3% de todo o consumo mundial. Esses dados fazem parte do ano de 2016, considerado um dos anos mais positivos para esse setor e, então, conseguiu passar por cima da crise econômica.

style="display:block; text-align:center;" data-ad-layout="in-article" data-ad-format="fluid" data-ad-client="ca-pub-6652631670584205" data-ad-slot="1871484486">

Para reforçar ainda mais essa expansão no segmento de estética, foi realizado um outro levantamento pela Pesquisa de Beleza e Cuidados Pessoais da Euromonitor que indicou um aumento de 4,6% no país comparado ao ano de 2015.

O que faz o segmento no país ser tão expansivo?

O mercado de estética, hoje, no Brasil, conta com mais de um milhão de bons profissionais que atuam nessa área em alguma especialização. O que ajuda muito a alavancar ainda mais todo o setor de estética do país.

Além disso, toda a expansão cultural que todos têm, principalmente as mulheres, em relação à paixão pela estética e cuidados, também ajudou a expandir ainda mais o setor no Brasil.

Um outro ponto que fez grande diferença e marcou muito o aumento dos lucros no mercado de estética foram os valores dos procedimentos que também diminuíram, assim, as pessoas conseguem ter acesso a esses cuidados com mais facilidade.

Mas, é importante deixar claro que, mesmo os valores estando justos tanto para o paciente como para a clínica, o serviço prestado para o cliente sempre deve permanecer com a mesma qualidade, isso é essencial para que essas porcentagens continuem aumentando ainda mais no setor.

style="display:block; text-align:center;" data-ad-layout="in-article" data-ad-format="fluid" data-ad-client="ca-pub-6652631670584205" data-ad-slot="1871484486">

Ter boas qualificações é essencial

Em todas as áreas é preciso que o profissional tenha boas qualificações para que possa exercer sua função de forma correta, oferecendo o melhor para o cliente, principalmente nos casos de estética que afeta diretamente na imagem pessoal da pessoa.

Claro que ter uma boa posição no mercado é o desejo de todos os profissionais e donos de clínicas, mas, para isso, é preciso ter uma carreira abrangente, principalmente para o setor de estética que exige cada vez mais profissionalismo.

Ao falar em profissionalismo, grande parte das pessoas entende apenas que se refere a ter boas qualificações e oferecer um atendimento excelente para o cliente e paciente, e sim, esses pontos são fundamentais. Porém, investir em produtos que ajudam a potencializar o bom atendimento também é uma forma de profissionalismo.

Clínicas de estéticas precisam sempre estar atualizadas em relação aos procedimentos, tratamentos e novos equipamentos do mercado para poder oferecer o melhor para o seu paciente, por isso, para que esse setor continue sempre alavancando ainda mais, é preciso investir nesses pontos.

Fonte DIno

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

DikaJob

Para adicionar comentários, você deve ser membro de DikaJob.

Join DikaJob

Faça seu post no DikaJob