bayer 2021.jpg

 

No período, as vendas na América Latina apresentaram crescimento de 15,2% em comparação com 2020, alcançando a marca de € 922 milhões no total.
 

Hoje, a Bayer anunciou mais um ano de sucesso para sua divisão farmacêutica na América Latina. Em 2021, as vendas cresceram 15,2% em comparação com o ano anterior, sendo € 922 milhões faturados no total. 

Ao longo do último ano, foram 14 lançamentos que levaram a região da América Latina a ser reconhecida globalmente pelos resultados obtidos. “Mantivemos o crescimento de dois dígitos mesmo diante de um cenário desafiador, que foi a pandemia. E mais importante do que isso, mais pacientes estão tendo acesso aos nossos medicamentos, o que significa que estamos caminhando para atingir parte da nossa missão, que é de ‘saúde para todos’. Trabalhamos com afinco para ampliar nossa presença nos mercados institucionais, pois assim mais pacientes podem ter acesso, por meio dos diferentes sistemas públicos de saúde na região, aos nossos medicamentos”, ressalta Adib Jacob, presidente da divisão farmacêutica da Bayer para América Latina e Brasil. “Temos atuado fortemente para levar aos pacientes latino-americanos opções terapêuticas modernas, principalmente nas áreas de oncologia, cardiorrenal, hemofilia, oftalmologia, pneumologia e contracepção”, reforça.

De acordo com o ranking anual da IQVIA, em 2021 a Bayer ocupou o quarto lugar na região entre as farmacêuticas com maior crescimento. “Estamos nos fortalecendo em um mercado que cada vez mais valoriza a inovação, e é exatamente aí que temos investido, seja por meio de pesquisa interna, pela parceria com outras empresas ou pela aquisição de negócios de vanguarda. Nosso compromisso vai desde o processo de pesquisa até formas de ampliar o acesso ao tratamento”, explicou Jacob.

A divisão global da Bayer Farma vendeu € 18,3 bilhões em 2021, dos quais € 922 milhões são referentes à América Latina. “Dentro do ranking de crescimento global da Bayer para a divisão farmacêutica em 2021, os países da América Latina se destacaram, e todos os países ou clusters tiveram crescimento”, acrescenta Adib.

E em 2022 a companhia não para: serão 36 novos produtos lançados em toda a região até o fim do ano, além da empresa ter outros 43 produtos nas fases I, II, III de desenvolvimento, algo muito positivo para toda a indústria da saúde. “Globalmente o Grupo Bayer investiu em 2021 € 5,3 bilhões em Pesquisa & Desenvolvimento, considerando suas três divisões de negócios. Na América Latina, investimos € 22,7 milhões apenas a divisão farmacêutica. Buscamos contribuir para o progresso médico, focando nas doenças de maior impacto para os pacientes”, disse Eli Lakryc, Vice-presidente e Head de Assuntos Médicos para Bayer Latam e Brasil.

 

Assim como em 2021, neste ano a empresa quer reforçar suas áreas terapêuticas mais estratégicas:

  • Na área de Cardiorrenal, a Bayer vem trabalhando com medicamentos como vericiguat, indicado para o tratamento da insuficiência cardíaca crônica; e finerenona que reduz significativamente os efeitos renais e cardiovasculares em pacientes com doença renal crônica e diabetes tipo 2.
  • Na área terapêutica de Oncologia, a região vem se concentrando em darolutamida, preparando futuras indicações para tratar também o câncer de próstata metastático. Além disso, a Bayer está liderando as discussões sobre medicina de precisão como uma saída futura para o tratamento do câncer.
  • Em Saúde Feminina, a empresa tem posicionado os contraceptivos de longa ação (DIUs) como métodos efetivos para evitar gestações não planejadas, além de criar novas linhas de estudos focados na menopausa.
  • Dentro de Especialidades, a Bayer está atuando fortemente para ampliar o acesso dos pacientes da região a medicamentos modernos para o tratamento de doenças ligadas à visão, como Edema Macular Diabético (EMD) e Degeneração Macular Relacionada à Idade (DMRI). Além disso, a empresa tem buscado abrir novas oportunidades de levar seu portfólio para tratamento de hemofilia a pacientes que, em muitos casos, contam com apenas uma opção terapêutica disponível há quase uma década.

“Estamos muito otimistas e confiantes que seguiremos expandindo nossa presença na região e continuaremos oferecendo medicamentos inovadores para os pacientes na América Latina”, finaliza Adib Jacob.

 

Fonte Saude Business

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

DikaJob

Para adicionar comentários, você deve ser membro de DikaJob.

Join DikaJob

Faça seu post no DikaJob